segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Mutirão de outubro

Dia 17, mais um mutirão de castração na Unesp

Às 9h, tudo pronto para receber os gatinhos


Preenchendo as fichas


E a sala de identificação logo fica lotada
Todos pesados, com fichas de anamnese e etiquetas de identificação

Eles passam pela sala de anestesia


Sala de cirurgia

E a sala do pós-operatório que estava assim

Logo fica repleta de gatinhos


Curativo


Roupinha


Monitorando temperatura e batimento cardíaco

Infelizmente, mais uma vez tivemos uma intercorrência

Peludo, assim que saiu da sala de cirurgia, precisou de atendimento de emergência

A equipe veterinária tinha equipamento e tudo o que era preciso mas não conseguiram salvá-lo


Já fizemos tantos mutirões de castração este ano. Castramos gatinhos em situações difíceis, inclusive, como uma gatinha com hemorragia e várias com piometra

Mas nunca havíamos perdido nenhum e agora, em dois mutirões seguidos, passamos por isso

Não sei o que pensar, não consigo entender

Eu só consigo imaginar a dor da família e lamentar pelo gato lindo que perdemos

Novamente, serão feitos exames pra saber o que exatamente aconteceu

Saber não diminui a consternação mas pode nos ajudar a evitar que aconteça novamente


Recebemos, no total, 37 gatos

Três não foram considerados aptos a passar por cirurgia, três eram novinhos demais e 31 foram castrados

No fim do dia, sobraram 4 gatos...

Um gato siamês, que esqueci de fotografar, mas já localizamos o dono e amanhã ele volta pra casa

E esses três bebês


A pessoa que fez inscrição da mãe e dos 3 filhotes disse que eles tinham 3 meses mas se têm 45 dias é muito...

Ela voltou pra buscar a mãe e não levou os bebês :(

Felizmente, eu tinha levado ração e os pequenos passaram o dia comendo e brincando

À tarde, ajudaram a veterinária a preencher as receitas

Estão num lar temporário improvisado, precisam de pelo menos mais 15 dias até que possam ser castrados, depois estarão disponíveis para adoção

3 comentários:

Veronica Gregório disse...

Que mutirão mais lindo!!!
Infelizmente o Peludo virou uma estrela:(
E esses três babys lindos? Que maldade!!!!
Eu adorei o pretinho rssrs!!
Beijão e parabéns!!!

Anônimo disse...

Trabalhar nos mutirões não tem preço...
São vários sentimentos que se misturam ao longo do dia, mas no final fica a certeza do dever cumprido e principalmente a alegria de saber que ajudamos tantos peludinhos...
Quero mais! Adorooooo
Parabéns a todos que doaram um pouco do seu domingo para nossos bigodes queridos.
Parabéns Patrícia, pela organização e disposição de promover os mutirões e conte comigo sempre!
Tania e todos peludos aqui de casa

Anônimo disse...

A Tania tem razão, colaborar para que esse evento aconteça é algo que não tem preço.

Sentir que fazemos a diferença na vida de outra Vida é indescritível, mesmo com todas as dificuldades encontradas no caminho.

Só posso esperar pelos próximos mutirões, porque há muitas e muitas outras Vidas precisando que nos importemos com elas.

Parabéns, Patrícia!

Vamos em frente, sempre!

Leila Piffer =^:^=